Criança morreu após cair 9° andar de prédio de luxo, onde a mãe era empregada doméstica

junho 04, 2020

Menino de 5 anos morre ao cair do 9º andar de um prédio, enquanto procurava a mãe, empregada doméstica que passeava com os cachorros dos patrões na rua.



A queda aconteceu na tarde da terça-feira (2), no Condomínio Píer Maurício de Nassau, um dos edifícios do conjunto conhecido como "Torres Gêmeas". Miguel Otávio Santana da Silva era filho de uma empregada doméstica, que trabalhava no 5º andar do edifício.


Segundo o portal G1, as imagens das câmeras mostraram o menino, sozinho, apertando diversos botões. O vídeo não foi divulgado pelas autoridades


A mulher, que era patroa da mãe de Miguel, teve a identidade preservada (mas investigamos e a empregadora é Sari Gaspar, esposa do prefeito de Tamandaré) que foi parcialmente responsabilizada pela morte da criança. Como previsto em lei, ela pagou fiança - determinada pelo delegado Ramón Teixeira em R$ 20 mil - e foi liberada. As primeiras investigações apontaram que a mulher teria permitido que o garoto subisse sozinho no elevador antes de cair do 9º andar - uma altura de 35 metros.

Tecnologia do Blogger.