Funcionária britânica morre por Covid-19 depois de levar cusparada de homem contaminado

maio 15, 2020

Belly Mujinga, de 47 anos e seu colega de trabalho foram agredidos por um homem que cuspiu e tossiu sobre eles, alegando que estava contaminado pelo vírus da Covid-19, denuncia que foi registrada por Mujinga, ao sindicato, a Associação de Salários de Transporte (TSSA, após o ocorrido.

"Eles estavam no saguão perto da bilheteria quando foram atacados por uma pessoa que cuspiu neles", explicou o sindicato em comunicado. "O homem tossiu neles e disse que estava com o vírus".

Belly Mujinga: Police examine CCTV footage following alleged ...

Alguns dias depois, o médico de Mujinga relatou seus problemas respiratórios. Ela parou de trabalhar, mas sua condição continuou a piorar e em 2 de abril ela foi hospitalizada. A mulher, casada e com uma filha de 11 anos, morreu três dias depois.

A polícia está examinando imagens de CFTV, para identificar o suspeito. Belly Mujinga, trabalhava na Govia Thameslink Railway (GTR) na movimentada estação Victoria de Londres na época do incidente em 22 de março.

O sindicato disse que Mujinga não tinha equipamento de proteção individual e "implorou para ser autorizado a trabalhar de dentro do prédio", por conta do medo ao risco de se contaminar.


Tecnologia do Blogger.