Thelma BBB20: Na faculdade, eu não tinha livro e morava na biblioteca

março 20, 2020



Thelma, médica anestesiologista de 35 anos, representa muito as mulheres negras, inclusive na vida, que desde o nascimento, não foi fácil. A sister contou que foi adotada com três dias de vida e apenas soube disso através de uma ligação anônima. O pai foi justamente o primeiro paciente da médica e faleceu 4 meses antes dela entrar no programa, por conta de um câncer.




O sonho de Thelma era se tornar médica, porem as condições financeiras da família não permitiam que os pais bancassem a faculdade. Mas ela não desistiu e após estudar dia e noite durante três anos, conseguiu uma bolsa de 100% em uma universidade particular.

Durante os anos de estudo, ela morou em uma pensão e tinha que se manter com apenas R$ 300 por mês.

Como o dinheiro era pouco, ela não conseguia comprar livros nem materiais para as aulas práticas. Em conversa na casa, a sister falou sobre o assunto:

“Eu estudei com filho de político, fazendeiro, aí o kit básico da galera da minha sala para começar a estudar era ganhar um carro e um apartamento. Eu não tinha um livro, morava na biblioteca.”

Mas as coisas melhoraram quando Denis entrou em sua vida.
Na época ele era mecânico e Thelma conta que, muitas vezes, ele deixava de sair e usava o dinheiro de um passeio ou jantar romântico para pagar uma dívida dela e com a ajuda do marido e muito esforço próprio, ela se tornou médica anestesista. 

Na primeira oportunidade, como gratidão e reconhecimento ao esforço da mãe. Thelminha viajou para França e a levou junto. 

Thelma Assis é mais uma das incríveis mulheres negras que conseguiram vencer na vida e contrariar as estatísticas.



Tecnologia do Blogger.