PAI DE BEYONCÉ DIZ QUE A FILHA NÃO TERIA TRIUNFADO NA MÚSICA SE TIVESSE UM TOM DE PELE MAIS ESCURO

junho 20, 2019


Uma das questões que têm se tornado mais discutíveis com o passar dos anos é o colorismo. Nesta quarta-feira (19), durante o programa “The Clay Cane Show” da rádio SiriusXM, o pai de Beyoncé revelou acreditar que se sua filha tivesse a pele mais escura, teria afetado sua carreira. 
Mathew usou como exemplo Kelly Rowland e Whitney Houston, para comparar o tipo de segregação existente no meio musical.

(Reprodução/Getty)




“Na indústria da música, ainda há segregação, como você sabe”, disse Knowles. “Costumava haver a divisão negra, os registros das faixas, os programadores, especialmente na rádio pop, tem essa imagem de como a beleza é. Eles queriam que as imagens fossem as mesmas que cantavam esses discos. Se você olhar para trás, mesmo como Whitney Houston, se você olhar para essas fotos, elas estão iluminadas para deixá-la com uma aparência mais clara porque há uma percepção no colorismo… quanto mais clara você é mais inteligente, mais economicamente … tudo em todo o mundo sobre cor, mesmo com pessoas negras, há uma percepção “. diz.

“Quão diferente você acha que a carreira de Beyoncé teria sido se ela fosse uma mulher negra retinta?” Cane perguntou. “Eu acho que teria afetado o sucesso dela. Eu uso Kelly Rowland [como] um ótimo exemplo ”, respondeu Knowles . “A grande coisa é que Kelly fez excepcional fora da América, especialmente na Austrália. Kelly vendeu mais de 4 milhões de registros.



Tecnologia do Blogger.