BBB19 é alvo de investigação da Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância

fevereiro 11, 2019


O Big Brother Brasil 19 tem sido um dos principais assuntos das redes sociais. As conversas dos participantes do "Big Brother Brasil 19" foram apontadas e são investigadas pela Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância, por conta dos conteúdos racistas e de intolerância religiosa. Os que mais abordam assuntos com teor racista são Maycon e Paula. Procurada, a Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância do Rio de Janeiro informou, em nota, que está apurando as declarações.


"De acordo com informações da Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi) foi instaurado inquérito para apurar o ocorrido. As investigações estão sob sigilo", diz a nota.

A festa deste sábado (9) na casa do Big Brother Brasil levantou debate sobre racismo e intolerância religiosa nas redes sociais. Maycon, ao observar Rodrigo e Gabi dançarem na pista um samba de Jorge Aragão, disse sentir “arrepios”.


Reprodução/Internet 

“Tava comendo sentado aqui nesta cadeira quando, de repente, senti um arrepio. Começou a tocar umas músicas esquisitas e os dois [Rodrigo e Gabi] estavam numa sincronia que até achei bacana assim que olhei, juro”, disse em conversa com Diego durante a madrugada.



“Mas aí escutei uns negócios, tipo ‘não faça igual a eles’. Aí veio Jesus Cristo na minha mente ’se você fizer igual a eles, eles ganham mais força”, completou.
Tecnologia do Blogger.