Vereadora Marielle Franco do PSOL é morta a tiros no centro do Rio de Janeiro

março 14, 2018

A vereadora Marielle Franco (PSOL), nascida e criada no Complexo da Maré, uma das regiões mais violentas da cidade, foi morta na noite desta quarta (14) na rua Joaquim Palhares, no Estácio, zona norte do Rio e a suspeita é de crime de execução.

(Reprodução/Internet)


Ela estava no banco do passageiro, quando levou os tiros, o motorista do carro também foi baleado e não resistiu. Os mesmos voltavam de um evento com o tema "Jovens negras movendo as Estruturas".
Segundo alguns depoimentos, Marielle era contra a intervenção federal na segurança pública do Rio e chegou a se manisfestar sobre o assunto.“E não é conversa de hashtag. É farsa mesmo. Tem a ver com a imagem da cúpula da segurança pública, com a salvação do PMDB, tem relação com a indústria do armamentismo”, afirmou.
Marielle era socióloga, mulher preta, que lutava contra varias causas de injustiças, direitos humanos e principalmente contra o preconceito racial. Foi eleita a quinta vereadora com mais votos na Câmara do Rio com 46.502 votos. Ela era formada pela PUC-Rio e fez mestrado em Administração Pública pela UFF (Universidade Federal Fluminense).



Tecnologia do Blogger.