Morre ex-deputado baiano autor de lei que tornou racismo crime inafiançável

fevereiro 06, 2018


Faleceu o jornalista e ex-deputado federal Carlos Alberto Caó de Oliveira, aos 76 anos, neste domingo (4). Ele foi autor da lei nº 7.716/1989, a chamada "Lei Caó", crime que tornou o racismo irrevocável, e sejuito a pena de prisão.
A lei foi criada pelo mesmo no ano de 1988, que foi quando apresentou a emenda constitucional que determina que "a prática do racismo constitui crime inafiançável e imprescritível."​
Um dos mais importantes nomes da luta contra o racismo no Brasil, Carlos Alberto começou sua trajetória aos 15 anos, se formoi em direito e trabalhou durante anos como jornalista.
Carlos Alberto foi um dos poucos parlamentares negros a participar da elaboração da nova Constituição, mas sua maior vitória foi a aprovação da emenda Caó, que tornou a prática do racismo crime sujeito à prisão, leis que são utilizadas até os dias de hoje.


(Reprodução / Internet)



Tecnologia do Blogger.