Igreja evangélica doa 11 mil reais para reconstruir terreiro atacado

novembro 14, 2017

(Reprodução/Imagem: Revista Virus)


Durante anos convivemos com intolerância e destilação de ódio de forma gratuita entre religiões, no qual o amor ao próximo não é o que vem em primeiro lugar. Demonstrações de ódio, intolerância e a falta de respeito à religiões alheias, principalmente de matriz africana é algo que está aflorado.  Após oito atentados o terreiro de candomblé Kwe Cejá Gbé de Nação Djeje Mahin, da mãe de santo Conceição d`Lissá, em Duque de Caxias,  Igreja Luterana fará doação de R$ 11 mil para reforma do terreiro. 

 "O valor financeiro não é o mais importante, mas sim o gesto de união. Não é uma igreja reformando outra igreja. Mas uma igreja contribuindo para reformar um templo religioso que parte do segmento evangélico persegue como se fosse demônio. É a prova do amor ao próximo e do respeito à diferença" diz Ivanir dos Santos que é representante Comissão de Combate à intolerância Religiosa (CCIR).

Em comemoração a União, os representantes das duas religiões, farão um encontro no mês de novembro (22), para consolidar a doação, selando união e amor ao próximo. "Temos que combater o ódio, o preconceito e o racismo religioso com respeito, igualdade e amor", finalizou Ivanir dos Santos.



Tecnologia do Blogger.