Homem abandona vida racista por amizade que fez com policial negra

outubro 01, 2017


(Reprodução/Internet)

Michael Kent abandonou as tatuagens de neonazismo e as praticas racistas após conhecer Tiffany Whittier, em entrevista para "ABC" Kent falou da total mudança em sua vida ao fazer amizade com a policial negra "Quando você acorda e vê um rosto sorridente, você vai trabalhar sorrindo também". diz Kent.
Kent responsabiliza a policial pelo sua recuperação e reabilitação após a prisão. Por isso fez um pacto de gratidão, apagando as tatuagens da suástica e suas mudando totalmente suas ideias de supremacia branca.
Tecnologia do Blogger.