Da pobreza a vida de empresária milionária

outubro 02, 2017
Aos nove anos Jane carregava água para os vizinhos em troca de moedas e hoje é uma empresaria milionária.
(Reprodução/Instagram)



Jane Muniz, tem 37 anos e é uma das empresarias brasileiras mais bem-sucedidas do Brasil, faturando em média 93 milhões anuais.

Tudo começou quando Jane tinha 16 anos de idade, começou em loja de cosméticos e aos poucos compreendeu que por ser vaidosa, sempre foi atenta aos cuidados com canelas, pelas e tinha preocupação com outras pessoas também. Decidiu então por fazer um curso de cabeleleira, juntamente com seu namorado na época e atualmente marido Markos.




“Hoje estamos no Brasil todo e atendemos milhões de pessoas”
O salão dando certo, Markos voltou a trabalhar lá e nós mobiliamos nossa casa. Lembro quando conseguimos comprar nosso carro. Fomos passar um fim de semana na praia, dormindo dentro dele, para comemorar a conquista!
Nessa parceria, a empresa foi crescendo e dando certo e nossa vida só melhorava. Mas as coisas viraram novamente em 2010. O salão estava estruturado e eu comecei a buscar novos desafios. Então percebi que o atendimento para sobrancelhas tinha muito procura. Por que não abrir um estabelecimento especializado no olhar?
Vendemos o salão e investimos a grana em abrir o primeiro Spa da Sobrancelhas. Dessa vez o sucesso veio rápido: tínhamos tanta procura que em um ano decidimos abrir uma filial. E a coisa nunca mais parou de crescer. Hoje a empresa está no Brasil todo com 450 franquias. Em poucos anos, fui do zero aos milhões. Em 2016, faturamos R$ 93 milhões. Eu sou responsável por treinar as funcionárias que atuam e, juntas, atendemos mais de 9 milhões de mulheres anualmente.

Eu e Markos levamos uma vida completamente diferente, com um conforto que nem imaginávamos enquanto dormíamos no tapete em nosso primeiro apartamento. Ainda tem gente que não aceita me ver tão bem. Mas o que eu espero é que cada vez mais mulheres como eu ocupem no mundo dos negócios. A gente está chegando para ficar.” disse a UOL.

Por Helena Bertho UOL 
Tecnologia do Blogger.