Brancos usam cotas direcionadas a negros e conseguem bolsa para cursar medicina

setembro 25, 2017

A universidade UFMG é uma das maiores federias do Brasil, muito procurada por jovens que querem ter boa instituição no currículo. Porém, em reportagem feita pelo jornal "FOLHA DE S.PAULO", foram descobertas algumas fraudes com relação aos alunos de medicina, foi identificado que os alunos que ocupam maior parte das cotas destinados aos negros, são brancos. Conforme informações do próprio jornal, o que mais impressiona é que um dos alunos da universidade, se intitula como negro, mas na verdade é loiro  e de olhos claros (Vinicius Loures, 23 anos ). A instituição informa que ira se precaver de casos futuros e fazer investigação para saber onde houve falha.
 
(Reprodução / Internet)

Em entrevista para a “Folha de S.Paulo”  Poliana Faria, negra e estudante do curso de medicina na mesma instituição, deixa clara a indignação:

"Quando você vê uma pessoa de pele branca e olhos azuis entrar na sua frente, porque se autodeclarou negra de uma forma absurda, a sensação é de extrema revolta", afirmou ao jornal.”

Existem outros casos na mesma universidade, que estão sendo investigados.
Tecnologia do Blogger.