A primeira criança negra que aos 6 anos enfrentou preconceito ao ser a primeira estudar em escola de crianças brancas

setembro 27, 2017
Ruby Bridges, tinha 6 anos quando sua familia optou por matriculá-la no colégio em Nova Orlens, a decisão da família foi tomada após Corte dos EUA ordenar que todas as escolas acabassem com a divisão entre brancos e negros.
(Reprodução/Internet)

Enquanto pai de Ruby era contra matricular a filha na escola, a mãe achou a ocasião necessaria para o bem maior da comunidade negra do país. Após o pai da criança concordar, os mesmos acionaram a policia do estado, porem a policia negou auxilio. Sendo assim, ao chegar na escola, a criança de 6 anos deparou-se com um multidão de pais enfurecidos e com ameaças inclusive de morte. A menina foi agredida não só moralmente, mas, pelas próprias crianças que durante a aula atiavam objetos em aulas, chigavam e alguns professores chegaram a negar dar aula para a garota negra.
Perante todas as dificuldades, Ruby Bridges continuou indo a escola "William Frantz", durante a maior parte do tempo acompanhada por policiais. Após um ano, a menina ja não estava só, com seu ato de resistência influênciou outras crianças negras a frequentarem a escola.
O ato foi tão memorável, que em 1998 se tornou filme “A História de Ruby Bridges”.​ Hoje Ruby é ativista e da palestras pelo mundo todo.
Tecnologia do Blogger.